Precisa arcar com um tratamento de saúde caro? Aposte no empréstimo com garantia de imóvel

Existem imprevistos que nos pegam de surpresa e situações que não esperamos, não é? Uma delas, e talvez a mais preocupante, é a necessidade emergencial de um tratamento de saúde. 

No Brasil, o acesso aos planos médicos não é a realidade de todas as pessoas que, em caso de necessidade, precisam buscar outras opções. Como as despesas médicas particulares podem sair bastante caras, uma saída é  buscar oportunidades de crédito para arcar com o tratamento. E uma forma de conseguir isso é o empréstimo com garantia de imóvel. 

O que é o empréstimo com garantia de imóvel?

O nome faz parecer complexo, mas não é. Empréstimo com garantia de imóvel, ou home equity, é um tipo de empréstimo em que um imóvel (comercial ou residencial) é dado à instituição financeira para assegurar o pagamento da dívida. 

Essa modalidade de empréstimo traz algumas vantagens tanto para o credor quanto para o consumidor, e pode ser utilizado para atender às necessidades particulares do cliente. Nesse caso, o tratamento de saúde.

O home equity é entendido como empréstimo facilitado devido à garantia cedida ao banco. Isso  evita prejuízos em caso de não pagamento da dívida e garante segurança ao credor. Já o cliente consegue taxas reduzidas que facilitam muito a quitação do crédito.

A conversão desses fatores torna o empréstimo com garantia  de imóvel em uma alternativa bastante atraente para conseguir o montante necessário para as despesas médicas de um tratamento de saúde.

Entenda como o home equity funciona na prática

Após entrar em contato com a instituição que cederá o crédito, será elaborado processo de alienação fiduciária. Isso significa que a propriedade será transferida ao banco através de um contrato, e se manterá assim até a quitação do crédito concedido.

É claro que a instituição levará em conta alguns fatores antes de aceitar o imóvel oferecido como garantia. Ele deve atender 3 exigências básicas:

  • O imóvel deve estar quitado;
  • Não deve haver pendências na documentação; 
  • Não ser fruto de penhora ou discussões judiciais. 

Se o imóvel atende a essas exigências, ele está apto a ser objeto de garantia do empréstimo para o tratamento de saúde. Com isso, o processo de alienação fiduciária pode começar. Ele consiste em 4 etapas:

  • Análise de crédito;
  • Análise jurídica da documentação;
  • Análise das condições do imóvel;
  • Emissão e assinatura do contrato.

Home equity é a melhor opção em caso de tratamento de saúde?

Os benefícios do empréstimo com garantia de imóvel que o tornam interessante para financiar um tratamento de saúde são: taxas de juros menores, valores de crédito mais altos e prazos mais longos para pagar.

Juros menores 

Oferecer o imóvel como garantia para pedir o empréstimo dá ao banco maior segurança sobre o retorno do crédito. Com essa segurança, os juros acabam sendo mais vantajosos para o cliente. Por exemplo, existem linhas a partir de 0,60% ao mês + IPCA e linhas pré fixadas de 0,78% ao mês.

Crédito maior e prazo de quitação mais longo

O valor do crédito concedido é baseado no valor do imóvel, podendo chegar a 60% do seu preço. No caso de despesas médicas, esse montante elevado pode ser o necessário para o tratamento. Quanto ao prazo para quitação do empréstimo, ele é generoso, podendo ser de até 15 anos, enquanto no empréstimo pessoal o prazo dura em média apenas 5 anos.

Esses fatores fazem do home equity uma ótima opção de crédito para arcar com o tratamento de saúde, mas vale ressaltar que cada caso tem suas particularidades e deve ser analisado isoladamente. Por isso, o melhor é procurar uma consultoria especializada sobre o assunto que irá te acompanhar durante todo o processo de solicitação do empréstimo. Se for o seu caso, pode contar com a gente! 

Se esse post te ajudou, não deixe de conferir outros conteúdos que publicamos por aqui:

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Share via
Copy link
Powered by Social Snap