Score de crédito imobiliário: entenda como funciona

Você sabe como funciona o score de crédito imobiliário? De forma resumida, trata-se de uma pontuação que identifica os clientes que pagam as contas em dia e aqueles que costumam atrasar ou estão endividados. As empresas têm acesso a esses dados, e essa realidade não é diferente em relação às companhias do setor imobiliário.

Vale lembrar que os indivíduos que apresentam uma boa pontuação podem contar com vários benefícios. Entre eles, estão a maior facilidade na obtenção do crédito e, em alguns casos, o alcance de melhores condições, ou seja, menos juros. Dessa forma, podemos dizer que quem apresenta uma boa pontuação terá mais chances de obter o crédito imobiliário e, consequentemente, realizar o sonho da casa própria.

Realmente, esse assunto é importante, não é mesmo? Pensando nisso, explicaremos detalhadamente o que é o score e quais são os principais fatores levados em consideração na determinação dessa pontuação e forneceremos dicas que o ajudarão a aumentar o score imobiliário. Acompanhe a seguir.

O que é o score de crédito imobiliário?

O score faz referência a uma pontuação que é utilizada pelos órgãos de proteção ao crédito, como SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) ou Serasa, com o intuito de classificar os consumidores conforme o histórico de cada um e medir o grau de confiança das pessoas no pagamento das suas compras. Esse índice, portanto, demonstra que um determinado indivíduo costuma (ou não) honrar com seus compromissos financeiros, se está endividado ou se atrasa com frequência os pagamentos das contas.

Esse score é utilizado por empresas de vários setores diferentes, inclusive no ramo imobiliário. Caso a pontuação seja considerada baixa, pode ser que a sua solicitação de crédito não seja aprovada na análise creditícia feita pelo banco ou pela instituição financeira.

Vale destacar que a pontuação vai de 0 a 1.000 pontos e, caso seu índice seja inferior a 700, pode ser que tenha dificuldade na obtenção de crédito. No entanto, esse processo de aprovação não é uma ciência exata. Isso porque cada banco tem um critério, ou seja, uma maneira diferente de fazer análise e decidir se aprovará o financiamento ou não.

Quais os principais fatores levados em consideração na determinação da pontuação?

Destacamos agora pouco que a pontuação vai de 0 a 1.000 pontos e os órgãos de proteção ao crédito demonstram a sua reputação financeira por meio de três categorias. São elas:

  • 0 a 400 pontos: risco alto de inadimplência;
  • 401 a 700 pontos: risco médio de inadimplência;
  • 701 a 1.000 pontos: risco baixo de inadimplência.

Perceba que, quanto maior for a pontuação, menor será o risco de um indivíduo deixar de honrar com seus compromissos financeiros. Agora, você deve estar se perguntando: “quais são os fatores que o SPC e a Serasa utilizam na determinação do score?”. Eles atentam a cinco questões principais:

  • contas pagas em dia;
  • contas atrasadas;
  • relação com os bancos ou instituições financeiras;
  • pedidos de crédito (empréstimos, cartões, financiamentos, entre outros);
  • se a pessoa está ou já esteve negativada.

Por meio desse conjunto de fatores, os órgãos de proteção ao crédito determinam a pontuação. Vale destacar que esses dados são repassados para as empresas nas quais você compra. Portanto, é muito importante procurar manter uma boa relação com o credor.

Como aumentar o score imobiliário?

Sem dúvida alguma, esse é um dos questionamentos mais frequentes. A boa notícia é que existem diversas formas de aumentar a sua pontuação de crédito. Entre elas, estão ter o nome limpo, pagar as contas em dia, evitar pedir crédito em excesso e negociar as dívidas. Abordaremos essas questões detalhadamente na sequência do artigo. Continue lendo!

Mantenha o nome limpo

Primeiramente, antes de pedir crédito ou solicitar um empréstimo, é fundamental estar com o nome limpo. Nesse sentido, é essencial ter as contas sob controle. Caso ainda tenha alguma dívida em aberto, procure pagá-la o quanto antes. Há instituições financeiras que recusam o pedido das pessoas que ainda estão com contas não pagas, pois as empresas entendem que o indivíduo pode ter mais uma dívida.

Pague as contas em dia

Evite atrasar as suas contas. Por isso, fique atento ao vencimento de todas as suas faturas e boletos. Isso porque, quando você atrasa um pagamento, a sua pontuação diminui e fica mais difícil conseguir crédito depois, seja para a compra de uma casa, seja para a aquisição de um apartamento.

Nesse sentido, vale a pena, inclusive, anotar na sua agenda todas as contas que você precisa pagar ou mesmo criar um calendário de pagamentos, contendo todas as datas das contas que deverá pagar em um determinado mês.

Essa tarefa até pode parecer chata no começo, porém, todo esforço valerá a pena. Vale destacar que é sempre vantajoso pagar as contas em dia ou adiantado, pois isso será creditado no seu comportamento como consumidor.

Evite pedir crédito em excesso

Alguns hábitos financeiros podem diminuir o score — entre eles, estão o pedido de vários cartões de crédito ao mesmo tempo. Essa medida funciona como uma proteção a você mesmo. Isso porque os sistemas entendem que uma pessoa mais relacionada pode utilizar seu CPF com a intenção de pedir crédito e, por isso, o score é diminuído para as instituições não liberarem.

Nesse caso, a sua pontuação pode ficar reduzida por algum tempo. Se o seu pedido for reprovado, o recomendado é esperar por, pelo menos, seis meses para fazer uma nova solicitação.

Procure negociar as dívidas

Caso ainda tenha dívidas em aberto, procure negociá-las o quanto antes com o credor. Vale destacar que, para pedir crédito, é indicado estar com as contas em dia. Por isso, é importante procurar quem você deve e buscar uma negociação, pois esse já é um início para tentar aumentar a pontuação.

Portanto, antes de pedir empréstimo com intenção de quitar as dívidas, busque fazer a negociação. Isso até pode resultar em uma diminuição dos juros, em isenção de taxas ou até na redução do valor devido. Uma boa conversa pode gerar resultados bem melhores do que você imagina.

O score de crédito imobiliário é um indicador importante que ajuda os bancos e as instituições financeiras a decidirem se consideram ou não o crédito de determinado indivíduo. Por isso, vale muito a pena se dedicar e fazer boas ações que possam aumentar o seu score.

Ficou interessado na proposta da CrediHome? Então, não perca tempo e faça agora mesmo uma simulação com a gente!

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Share via
Copy link
Powered by Social Snap