Saiba o que é financiamento imobiliário e como funciona

Algumas dúvidas são muito frequentes na cabeça de quem está se planejando para adquirir a tão sonhada casa própria. Se você pensa em financiar um imóvel, com certeza já se perguntou o que é financiamento imobiliário, como é feita a solicitação e com que empresa contar para fazer um bom negócio.

Pensando nisso, fizemos este post para esclarecer de vez o que é financiamento imobiliário. Se você pretende fazer a solicitação e precisa de apoio para encontrar o tipo de financiamento ideal, não deixe de ler este conteúdo em que explicamos em detalhes como tudo funciona. Continue a leitura e planeje-se!

Afinal, o que é financiamento imobiliário e como funciona?

Financiar um imóvel significa basicamente comprar uma propriedade com dinheiro de terceiros, como uma instituição bancária. A prática é muito vantajosa para quem não pode comprar o imóvel à vista, desde que a escolha da instituição e as condições de financiamento (taxas de juros e prazo de contrato, por exemplo) sejam compatíveis com o perfil do comprador.

O primeiro passo para quem está decidido a financiar uma habitação é encontrar o imóvel ideal. Esse imóvel pode ser novo ou usado, estar ou não incorporado a alguma construtora, ser na planta ou pronto para morar.

Pense qual das opções corresponde melhor às suas expectativas e, após tomar a decisão, conte com uma empresa especializada para orientar a compra e desburocratizar o processo de financiamento.

O apoio profissional é indispensável para ter certeza de que você está fazendo um bom negócio. Essas empresas atuam analisando a condução das linhas de crédito do mercado imobiliário e do consumidor, oferecendo as melhores condições de financiamento de modo a encontrar a solução ideal para os interesses e o bolso do cliente.

Quais são os tipos de financiamento do mercado?

Existem duas únicas formas de financiar um imóvel no Brasil: pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH) ou pelo Sistema Financeiro Imobiliário (SFI). A principal diferença entre os dois sistemas está no cálculo do financiamento.

Normalmente, o SFH tem menor taxa de juros anuais, pois existe uma lei que proíbe os bancos de cobrarem mais do que 12% de juros ao ano. Outra diferença é que, no SFH, é possível utilizar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) no financiamento. Em seguida, listamos as características de cada sistema.

Sistema Financeiro de Habitação (SFH)

  • Permitido apenas para imóveis residenciais;
  • o FGTS pode ser utilizado conforme regras pré-estabelecidas;
  • a propriedade precisa ser o primeiro imóvel do comprador e estar localizada em sua cidade de residência ou trabalho;
  • o valor máximo da habitação deve ser de R$ 750 mil para os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal e de R$ 650 mil para os demais estados;
  • o prazo máximo de financiamento é de até 420 meses (35 anos);
  • a taxa máxima de juros é de até 12% ao ano;
  • o limite de financiamento pode ser de até 90% na tabela SAC (em que o valor das parcelas diminui ao longo do contrato) ou de até 80% na tabela Price (em que o valor das parcelas se mantém constante).

Sistema Financeiro Imobiliário (SFI)

  • Permitido tanto para imóveis residenciais quanto para imóveis comerciais;
  • não é permitido utilizar o saldo do FGTS no financiamento;
  • a propriedade pode estar localizada em qualquer lugar do país e não precisa ser o primeiro imóvel do comprador;
  • não há limite de valor;
  • o prazo máximo de financiamento é de até 420 meses (35 anos) para imóveis residenciais e de até 120 meses (10 anos) para imóveis comerciais;
  • a taxa de juros varia conforme a instituição bancária, geralmente ultrapassando 12% ao ano;
  • o limite de financiamento pode ser de até 100% nas tabelas SAC ou Price.

Como solicitar o financiamento?

Para fazer um financiamento imobiliário em um banco ou empresa financiadora, o comprador precisa ter ficha limpa e renda compatível com o valor de crédito solicitado. Via de regra, o valor da prestação não pode ultrapassar 30% da renda líquida do consumidor.

Por isso, além dos documentos básicos de identificação, é exigida também a comprovação de renda do comprador para solicitar o financiamento. Para os trabalhadores autônomos, são aceitos os seguintes itens:

  • declaração de imposto de renda;
  • declaração do sindicato da categoria;
  • contratos de prestação de serviços;
  • recibos de trabalhos prestados.

Com os documentos em mãos, o banco ou instituição financeira responsável fará a análise de crédito, verificando o nome do comprador no SPC ou Serasa. Caso esteja tudo regularizado, o crédito é liberado para a compra do imóvel.

A partir daí, é feito o cálculo do financiamento, que varia basicamente em função do valor total da propriedade, do sistema de amortização escolhido, das taxas de juros vigentes e do prazo estabelecido em contrato.

Por que contar com uma empresa especializada para fazer o financiamento?

Como estamos falando de uma transação criteriosa, é muito importante contar com uma empresa especializada para orientar todo o processo de compra. Os profissionais vão analisar as condições de financiamento e as taxas de juros estabelecidas por cada banco até encontrar a opção ideal para o consumidor. Ter esse apoio é fundamental para fazer uma transação bem-sucedida, com agilidade e livre de burocracias.

Jamais descuide desse planejamento de compra, pois o que está em jogo é a segurança da operação. E, em se tratando de um investimento desse porte, não dá para correr riscos, concorda? Portanto, vale a pena gastar um pouco do seu tempo pesquisando até encontrar uma consultoria financeira confiável e reconhecida no ramo.

Verifique a reputação da empresa no site oficial e avalie a qualidade do atendimento quando fizer contato, pois ele precisa ser o mais criterioso possível. É função da empresa de consultoria esclarecer todas as dúvidas do cliente a respeito da transação, bem como estudar detalhadamente o perfil do comprador para encontrar um imóvel compatível com os reais interesses dele e que ofereça as melhores condições de financiamento.

Pronto! Agora que você já sabe o que é financiamento imobiliário e como funciona todo o processo, é só seguir esses passos para estar bem assessorado e garantir uma compra de sucesso.

Ficou interessado? Então entre em contato conosco e veja como financiar seu imóvel de um jeito prático, rápido e inteligente!

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Share via
Copy link
Powered by Social Snap