Quer financiar um apartamento? Confira nossas dicas!

Por Juros Baixos

A grande maioria dos brasileiros que mora de aluguel tem o sonho de comprar a casa própria. Sabemos que não é fácil dispor de um valor tão alto para pagamento à vista, ainda que seja importante ter um imóvel próprio e não precisar mais pagar por uma coisa que nunca será sua.

A solução para conseguir atingir esse objetivo é fazer um financiamento de imóvel. Porém, é muito comum que surjam dúvidas durante o processo de compra da casa própria. 

Por isso, é importante buscar com calma a melhor forma de pagamento e encontrar um apartamento com valor que caiba no seu bolso.

Por conta de todas essas questões, preparamos esse artigo para te ajudar a tirar o plano do papel e elucidar suas dúvidas sobre como financiar um apartamento. Vamos lá?

Como funciona o financiamento imobiliário?

O financiamento imobiliário funciona da seguinte forma: o comprador paga um valor de entrada ao vendedor do imóvel, sendo que o restante será emprestado por uma instituição financeira. 

Esse valor restante será pago ao banco ou a financiadora em parcelas corrigidas e acrescidas de juros. 

Durante o período do financiamento do imóvel, a propriedade fica ligada ao tomador do empréstimo, mas não pode ser vendida enquanto o valor do crédito não for totalmente quitado junto à instituição financeira.

Qual o valor necessário para financiar um imóvel?

Para conseguir fazer o financiamento de um imóvel você precisará ter, pelo menos, 20% do valor à vista para dar de entrada. 

A instituição financeira para realizar esse tipo de empréstimo pessoal só poderá fornecer um crédito de no máximo 80% do custo do apartamento. Essas porcentagens são independentes de um valor monetário.

3 passos antes financiar um apartamento

Para que você consiga realizar o financiamento do imóvel são necessários seguir três passos:

  1. Tenha conhecimento de quanto você tem para comprar um imóvel;
  2. Verifique como está o seu CPF;
  3. Faça o máximo de simulações que puder.


Saiba quanto pode gastar em um imóvel

O primeiro ponto é você saber quanto de fato pode gastar na compra de um imóvel. Mesmo que você já tenha escolhido o apartamento dos seus sonhos, ele pode não ser para você nesse momento. 

O valor do financiamento do imóvel vai depender da sua renda. Por um exemplo, caso a propriedade escolhida custe por volta de R$ 800 mil e sua renda for de R$ 4 mil, a organização não irá financiar os 80%. 

Isso porque existe uma regra de concessão de crédito que as parcelas de um financiamento de um imóvel, elas só poderão comprometer até 30% da renda bruta do tomador do empréstimo.

Verifique seu CPF

Dificilmente uma instituição financeira fornecerá um empréstimo pessoal ou financiamento de imóvel se o solicitante estiver com o nome sujo. 

Caso isso ocorra, as taxas de juros serão absurdas, só piorando ainda mais a situação do devedor. Por isso, antes de solicitar qualquer crédito, verifique como está seu nome e CPF para não ter surpresas desagradáveis. 

Simule ofertas

Agora é o momento de você pesquisar os mais variados financiamentos, com taxas de juros e outros pré-requisitos, escolhendo aquele que mais tem a ver com seu perfil financeiro.

Como economizar para financiar um apartamento

Além de você precisar guardar dinheiro para conseguir dar entrada no seu apartamento, você também deverá arcar com as parcelas do financiamento do imóvel mês a mês. 

Para que isso não afete suas finanças, seguem algumas dicas que podem te ajudar a atingir essa meta.

Reduza gastos

A partir de agora, você deverá repensar todas as suas despesas. Veja aquilo que você pode cortar, como gastos supérfluos ou custos que não fazem mais sentido no momento. 

Depois, veja o que você pode reduzir: conta de luz, comida por delivery, vegetais fora da estação e gasto com transporte, todas essas despesas podem ser repensadas e diminuídas com mudanças de hábito no seu dia a dia.

Busque renda extra

É claro que ter um dinheiro a mais no final do mês é uma ótima opção, mas como fazer isso? 

Caso você tenha habilidades culinárias, por que não tentar fazer algo para vender? Considere também vender itens pessoais sem uso para um brechó, antiquário ou, até mesmo, monte um perfil no Instagram com seus desapegos. 

Você ainda pode aproveitar um conhecimento que tenha: seu inglês é bom? Por que não dar aulas particulares?

Enfim, explore as infinitas possibilidades de levantar um dinheiro extra para ajudar no financiamento do imóvel que você deseja.

Saiba mais: 10 maneiras de ganhar uma renda extra nas férias

Outras opções financeiras

Existem, claro, outras opções financeiras. Você pode solicitar um empréstimo pessoal para comprar o imóvel dos seus sonhos. Procure pesquisar as diversas modalidades de crédito do mercado e análise aquela que se encaixa melhor com seus pré-requisitos. 

Não se esqueça de pensar nas taxas de juros e outros custos envolvidos, se estes são mais baixos que o financiamento em si.

Organize suas finanças

Lembre-se que antes de entrar em um financiamento ou solicitar um empréstimo pessoal, deixe suas finanças organizadas e tenha foco para realizar esse sonho. 

Você concorda com essa afirmação? Deixe nos comentários abaixo para sabermos mais!

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Share via
Copy link
Powered by Social Snap