Como me organizar antes de pedir um empréstimo?

Solicitar um empréstimo é uma decisão importante na vida de muitas pessoas. Seja para uma emergência, para empreender, reformar a casa ou até mesmo para pagar outras dívidas, é importante se organizar financeiramente antes de formalizar o pedido. 

Dessa forma, você toma uma decisão muito mais acertada e sem passar pelo processo cheio de dúvidas. Por isso mesmo trouxemos algumas dicas importantes para que a sua decisão seja o mais assertiva possível.

Continue lendo para entender qual é a melhor forma de se organizar antes de solicitar algum tipo de crédito.

Quando pedir empréstimo?

A decisão de pedir um empréstimo pode surgir por diversos motivos, como falamos anteriormente: quitar demais dívidas, adquirir um bem, resolver alguma emergência ou reformar o imóvel, são alguns exemplos.

Pessoas de diferentes classes e idades, em diferentes momentos da vida, podem querer solicitar um empréstimo, é normal. O fundamental é organizar direitinho as finanças para gastar menos ao ser aprovado, já que os juros serão uma conta a mais para pagar no mês.

Como se organizar para pedir empréstimo?

Antes de pedir empréstimo, o passo mais importante é o de pesquisar. Como esta é uma decisão que compromete uma parte do orçamento ida família por algum um bom tempo, você não deve fazê-la se não tiver certeza de que precisa.

No nosso site, você pode fazer uma simulação de crédito, gratuita e sem compromisso, para ter uma ideia do valor, dos juros e do tempo que terá para pagar.

Veja abaixo algumas dicas que separamos para você se organizar antes de pedir empréstimo:

Faça uma lista de seus gastos… e tente diminuí-los

Pedir empréstimo significa que você vai ter um valor para utilizar no que quiser, mas também significa que terá que pagar esse valor para o banco. Se organizar é compreender todos os seus gastos, para que o empréstimo não se torne uma dívida que você não possa pagar.

Para isso, é bom fazer uma lista de todos os seus gastos fixos, como aluguel, condomínio, água, eletricidade, gás, e também gastos com entretenimento, como serviços de streaming, compras online e outros gastos variáveis.

A partir dessa lista, faça decisões de cortar alguns gastos e diminuir aquilo que for menos importante.

H3. Preste atenção ao seu score 

O score é uma pontuação utilizada pelos órgãos de proteção ao crédito, como SPC ou Serasa, criado para classificar os consumidores conforme seu histórico e definir o grau de confiança de cada um no pagamento de suas contas.

A pontuação funciona da seguinte forma:

  • 0 a 400 pontos: risco alto de inadimplência;
  • 401 a 700 pontos: risco médio de inadimplência;
  • 701 a 1.000 pontos: risco baixo de inadimplência.

Antes de pedir empréstimo, tente regularizar as dívidas que forem possíveis, já que um score mais alto tem mais chances de ter o crédito aprovado.

Defina o valor e o tempo para pagar

Depois de ter pesquisado e feito a lista de seus gastos, você já terá uma boa noção de quanto pode pagar, e por quanto tempo. Peça apenas o valor que você precisa e que sabe que pode arcar.

Encontre o melhor empréstimo para você

Existem diversos tipos de empréstimos no mercado. Na hora de escolher qual é o melhor para você, é importante entender como funciona cada um deles.

Empréstimo pessoal

O empréstimo pessoal, também chamado de crédito pessoal, é uma das modalidades mais conhecidas. Suas taxas, condições e prazos podem variar bastante de acordo com a instituição financeira.

No geral, esse tipo de empréstimo possui juros altos, já que o banco não recebe nenhuma garantia de pagamento e o risco de inadimplência é maior.

Empréstimo consignado

O empréstimo consignado se caracteriza pelo desconto em folha de pagamento. Por isso ele é oferecido apenas a beneficiários do INSS, servidores públicos e funcionários de empresas credenciadas.

Por ter um pagamento garantido, os juros cobrados são menores, mas você precisa cumprir com algumas regras para contratá-lo: o valor do empréstimo não pode passar de 30% do seu salário e você precisará dar uma autorização do desconto em folha na hora de contratar.

A grande desvantagem desse empréstimo é que nem sempre você poderá antecipar parcelas, dificultando caso queira quitar a dívida mais rapidamente.

Cheque especial

O cheque especial é um tipo de empréstimo que funciona como um limite de crédito pré-aprovado diretamente na sua conta bancária. Quando o saldo fica negativo, ele é contratado automaticamente.

Mas cuidado! O cheque especial têm juros altíssimos e costuma endividar muitas pessoas, pois o débito pode virar uma bola de neve rapidamente.

Home equity

O home equity é uma modalidade de empréstimo pessoal com garantia imobiliária. Ou seja, você dá o seu imóvel como garantia, possibilitando um crédito com as menores taxas de juros do mercado – ainda mais baixas do que o empréstimo consignado.

A grande vantagem do home equity, além dos juros baixos, é que você pode utilizar o empréstimo para a finalidade que desejar, sem restrições. Além de ter um valor maior aprovado mais facilmente, já que o crédito é concedido com base no valor do seu imóvel.

Com a gente, você pode fazer uma simulação sem compromisso para descobrir até que valor de empréstimo você poderá receber, dependendo da aprovação.

Com taxas menores, mais tempo para pagar e toda a liberdade de escolher a finalidade do crédito, o crédito com garantia de imóvel pode ser a melhor opção para você pedir empréstimo! 

Agora que você já sabe como se organizar antes de pedir empréstimo, também pode se interessar por esses textos:



Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Share via
Copy link
Powered by Social Snap