Nome sujo? Como checar e mudar minha situação

Você já ouviu falar na expressão “nome sujo”? Bastante comum no Brasil, ela se tornou sinônimo para dizer que alguém está negativado e é, possivelmente, um mau pagador. Essa situação, apesar de recorrente entre os brasileiros, pode ser contornada.

Separamos algumas dicas para você que deseja saber se está com o nome sujo e como mudar essa situação.

Como o nome fica sujo?

O seu nome corre o risco de ficar sujo toda vez que você atrasa o pagamento de uma conta, seja ela de luz, água, aluguel ou cartão de crédito. Isso acontece porque o seu CPF está ligado aos serviços de proteção ao crédito como o SPC e o Serasa.

Com apenas um dia de inadimplência, o credor já pode enviar o seu CPF para esses serviços, mas a restrição do seu nome não é automática. Você, como devedor, tem o direito de ser avisado antes de seu nome ficar oficialmente sujo.

Para isso, sempre deixe todos os seus dados pessoais atualizados nos bancos em que é correntista e no serviço de proteção ao crédito. Assim, você será notificado sobre qualquer negativação e terá 10 dias para quitar ou negociar a dívida. Se isso não ocorrer, aí sim, estará com o nome sujo.

Qual o problema em estar com o nome sujo?

Estar com o nome sujo tem suas consequências, que podem ser mais graves dependendo de cada caso. De modo geral, se você estiver com o nome sujo vai encontrar algumas dificuldades:

  • Conseguir um cartão de crédito ou abrir uma nova conta corrente poderá ser mais difícil com o nome sujo. Os bancos não podem cancelar um cartão já ativo ou encerrar uma conta já aberta sem aviso prévio de alteração do contrato, mas podem negar novos cartões ou abertura de contas.
  • Conseguir crédito é mais difícil com o nome sujo. Dependendo da modalidade do empréstimo, você até pode conseguir, mas os juros costumam ser mais altos para negativados. O home equity é uma exceção, mas falaremos dele mais para frente.
  • Você pode ficar sem estudar! Enquanto ainda estiver matriculado, escolas e faculdades não podem cancelar seus estudos, mas você pode ser impedido de fazer uma rematrícula se estiver com o nome sujo.

Como descobrir se estou com o nome sujo?

Como falamos anteriormente, se você estiver com todos os seus dados pessoais atualizados, vai receber um aviso antes de ficar com o nome sujo. No entanto, você pode checar a situação do seu nome, quando quiser, nos serviços de proteção ao crédito. 

É uma boa ideia consultar os três principais serviços, já que as dívidas podem estar listadas em lugares diferentes. Veja como é fácil:

Serasa

Para consultar a situação do seu nome no Serasa, siga o passo a passo:

Pronto. Agora é só conferir se você tem alguma dívida negativada e descobrir o seu score de crédito.

SPC

Para verificar se está com o nome sujo no SPC, siga os passos:

  • Entre no site https://www.spcbrasil.org.br/;
  • Clique em “consultar CPF”;
  • Crie uma conta ou faça login;
  • Para consultar seu CPF, será necessário pagar uma taxa.

Se quiser, você também pode fazer esse processo pelo aplicativo do SPC, de forma gratuita:

  • Faça o download do aplicativo SPC na App Store ou Play Store;
  • Faça login ou crie sua conta;
  • Descubra o seu score e suas dívidas negativadas.

Boa Vista SCPC

Assim como o Serasa e o SPC, o Boa Vista SCPC é outro serviço de proteção ao crédito. Siga os passos para consultar a situação do seu nome nesse órgão: 

Estou com o nome sujo, e agora? Como limpar?

O primeiro passo ao descobrir que está com o nome sujo é respirar fundo e descobrir do que se trata a dívida. 

Se você reconhece a dívida, deve entender seu valor atual, a taxa de juros e há quanto tempo ela está atrasada. Depois disso, será o momento de criar o plano de ação para limpar seu nome.

Pague a dívida

Muitas vezes acabamos esquecendo de pagar uma dívida pequena e o CPF acaba parando nos serviços de proteção ao crédito. Resolver essa situação é fácil, já que é só pagar o que deve para limpar o nome.

Em outros casos, você já tem o dinheiro guardado, justamente para emergências desse tipo. Aproveite para quitar a dívida à vista, já que muitas instituições garantem descontos.

Negocie a dívida

Negociar a dívida é mais que parcelar e ir pagando aos poucos. Quando você negocia a dívida com os credores, um novo contrato deverá ser emitido, retirando seu nome dos cadastros negativos depois do pagamento da primeira parcela.

No entanto, é importante lembrar que negociar a dívida não faz com que ela suma. Você ainda terá uma dívida, mas renegociada para caber dentro das suas condições de pagamento.

Troque a dívida por outra com juros mais baixos

Uma das melhores opções na hora de renegociar uma dívida alta que deixou seu nome sujo é trocá-la por outra que tenha juros mais baixos.

Isso é possível com o crédito com garantia de imóvel, também chamado de home equity. Com ele, você dá o seu imóvel como garantia de pagamento e consegue um empréstimo com juros e parcelas menores e maior tempo de pagamento. 

Assim, você negocia e paga a dívida original à vista, com desconto, e limpa seu nome. Ao optar pelo home equity você tem um período maior para quitá-lo e parcelas com os juros mais baixos do mercado.

A troca de dívida é ideal para pagar o que deve sem que a dívida se torne uma bola de neve. Muitas vezes os juros altos se acumulam e colocam em risco a sua saúde financeira, podendo até agravar o valor devido.

Você pode fazer uma simulação de crédito com garantia imobiliária com a gente. Sem compromisso, saiba o valor do seu empréstimo e se livre do nome sujo!

Esperamos que este texto tenha ajudado você. Se gostou desse artigo, veja estes também:

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Share via
Copy link
Powered by Social Snap