Veja as tendências de juros de financiamento imobiliário em 2021

O mercado imobiliário está com grandes expectativas de crescimento para esse ano, para atrair investidores. O setor vem sendo considerado seguro, diante do fraco desenvolvimento econômico do país, devido à pandemia do novo coronavírus.

Todo esse otimismo é resultado da superação do mercado financeiro no final de 2020, que impacta as negociações de imóvel, uma vez que vai influenciar os juros de financiamento imobiliário em 2021, abaixando-os.

Além disso, as novas tendências do setor podem trazer inovação aos imóveis, o que por si só já aumentaria as vendas. Quer saber qual o cenário do mercado imobiliário em 2021? Fique conosco e entenda mais!

Como fica o mercado imobiliário em 2021?

Apesar de a pandemia do coronavírus ter alterado a economia do Brasil, o mercado imobiliário foi pouco afetado. Com o lockdown e a necessidade das pessoas ficarem em suas casas, a procura por imóveis maiores ou funcionais aumentou.

Para 2021, as vendas tendem a aumentar muito mais, pois os clientes perceberam que precisam de moradias cada vez mais confortáveis e que o valor usado no aluguel pode ser revertido no pagamento da prestação do financiamento. Outros fatores também vão contribuir com o crescimento do setor imobiliário. Observe quais!

A baixa da taxa de juros

Os financiamentos imobiliários são diretamente influenciados pela Taxa Selic, pois esta impacta os juros aplicados no pagamento do empréstimo. Assim, quando a Selic está em alta, não é favorável adquirir um imóvel, uma vez que as parcelas do financiamento ficam mais caras.

Contudo, quando a Taxa Selic estiver em baixa, o mercado imobiliário fica aquecido, pois as condições dos financiamentos tornam-se mais atrativas para os clientes. Os bancos são compelidos a abaixar seus juros e oferecem empréstimos imobiliários menos arriscados.

Em 2021, a expectativa é que a taxa de juros fique baixa, não sendo alterada a curto prazo. Por isso, essa é hora ideal para quem deseja adquirir um imóvel por meio de financiamento imobiliário, seja para sua moradia ou investimento.

Especialistas concluem que mesmo que a Selic sofra alteração, não vai modificar imediatamente os juros aplicados pelas instituições financeiras. Logo, a taxa de juros deve ficar em torno de 8% ao ano.

Alta do valor dos imóveis

O valor dos imóveis subir, no primeiro momento, pode parecer algo ruim. Entretanto, a perspectiva da alta imobiliária é muito vantajosa para quem pretende investir em casas e apartamentos nesse ano, pois, quando os preços aumentarem, seu dinheiro também vai.

A alta do valor dos imóveis é decorrente da subida dos preços dos materiais de construção, que estão cerca de 60% mais caros. Imóveis comprados agora vão se valorizar no decorrer desse ano e em 2022, pois não vão sofrer o impacto dos novos valores dos materiais de construção.

É fato que a elevação dos preços vai ser controlada pelos juros. Dessa forma, quanto mais a taxa de juros se mantiver baixa, maior a chance do aumento do valor das propriedades.

Quais as maiores tendências para o mercado imobiliário em 2021?

As tendências do mercado imobiliário mudam com frequência. Isso porque o perfil e desejo do consumidor mudam de tempos em tempos, e o setor precisa se adequar para entregar produtos e serviços satisfatórios. Assim, surgem novos desejos. Observe!

Valorização dos imóveis maiores

Nos últimos anos, a venda de imóveis menores estava aquecida. As pessoas queriam kitnets e outras moradias com até 10 m², até porque só iam para casa para dormir. Muitas construtoras passaram a investir somente nesse nicho.

No entanto, com a pandemia, ao ficarem em casa, os clientes perceberam a necessidade de lugares maiores, com espaço suficiente para trabalhar, descansar e se divertir. Imóveis maiores valorizaram-se, por possibilitarem o desenvolvimento de todas as atividades em casa.

A tendência para 2021 é o aumento da compra de propriedades mais amplas, com espaço diferenciado e bem subdividido, para assegurar o conforto e bem-estar de seus moradores.

Investimento em terrenos

A maior parte dos investidores sempre preferiram adquirir imóveis novos, já construídos, criando seu próprio fundo imobiliário. Todavia, esse cenário vem mudando e imóveis na planta ou terrenos tornaram-se mais atrativos.

Se você decidir investir na construção civil, saiba que alguns cuidados precisam ser tomados, como: localização, qualidade e questões burocráticas que envolvem a propriedade. Além disso, é preciso ter cautela, uma vez que o valor do material de construção pode variar, conforme o Índice Nacional de Construção Civil (INCC), encarecendo esse investimento inicial.

Quando se compra um terreno, é necessário ter uma reserva para quitar o imóvel, providenciar documentação necessária, contratar bons profissionais e comprar materiais de qualidade. Construir tem um custo, mas o resultado é um imóvel totalmente de acordo com sua personalidade.

Aumento da busca por moradias no interior

Imóveis nos grandes centros urbanos sempre foram muito procurados porque as pessoas preferiam morar perto de seus empregos, que costumam se concentrar nos polos industriais. Mas essa realidade mudou em 2020.

Com a modalidade de trabalho home office, as pessoas perceberam que não precisam viver em meio à loucura da cidade grande, já que podem desenvolver suas funções de forma remota, buscando. Assim, por que não buscar uma moradia no interior?

Desse modo, o cliente conquista bem-estar, ao desfrutar da calmaria do interior, sossego e tranquilidade, por ter contato com a natureza e distanciamento da agitação das capitais. Nesse nicho, pode-se investir numa pequena fazenda, sítio e chácara.

Imóveis com espaço de lazer e home office

O trabalho home office foi uma modalidade que deu certo para a maioria das empresas e que deve ser mantida no mundo pós-pandemia.

Pensando nisso, o mercado imobiliário percebeu que imóveis com um espaço home office é a nova tendência, passando a oferecer moradias com maior quantidade de cômodos, que podem ser reconfigurados para serem uma estação de trabalho completa.

A necessidade de espaços de lazer também precisa ser solucionada. Como a pandemia restringiu as opções de divertimento, as pessoas descobriram que precisam contar com um imóvel que ofereça múltiplas possibilidades de entretenimento.

Imóveis com piscina, área gourmet, academia e quintal passaram a ser superestimados. O mercado imobiliário tem investido em moradias funcionais, para garantir o conforto e descanso de seus moradores.

Portanto, é fato que a expectativa da queda dos juros de financiamento imobiliário em 2021 é enorme. Isso porque quanto menor a taxa de juros, maior o número de negociações no mercado. Contudo, antes de contratar um crédito imobiliário, é necessário pesquisar qual instituição financeira oferece as melhores condições. Para isso, conte com a CrediHome para fechar o melhor financiamento e evitar dor de cabeça na hora de adquirir um imóvel.

O que achou deste post? Caso precise de assistência capacitada, entre em contato conosco. Teremos prazer em auxiliá-lo!

https://credihome.com.br/financiamento-imobiliario

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Close Bitnami banner
Bitnami