Veja agora como reduzir gastos pessoais em tempos de crise

Poupar dinheiro em tempos de crise ganhou uma nova importância nos dias atuais, devido à instabilidade econômica e a imprevisibilidade do contexto no pós-crise. Para sobreviver, as pessoas precisam aprender como reduzir gastos e organizar as suas finanças.

Contudo, a organização financeira é um hábito, evitando novas dívidas e pesquisando os preços antes das compras. Assim, a fim de diminuir seus gastos, é necessário adquirir práticas capazes de manter a sua saúde financeira. Quer saber quais são? Fique conosco e veja algumas dicas!

Renegocie dívidas urgentes

Ter dívidas urgentes pode abalar a sua economia familiar. Para começar a sua organização financeira, renegocie todas essas contas. Liste as dívidas e a quem é devida. Estabeleça o valor que pode pagar, considerando algum imprevisto.

Após, procure seus credores e faça uma negociação, oferecendo o valor que tiver guardado ou parcelando a conta. Demonstre interesse em resolver o problema. Outra ideia é trocar as dívidas maiores, com juros, por uma dívida menor. Faça um empréstimo com juros mais baixos, que você consiga quitar.

Reduza o excesso em contas de consumo

Depois de listar todas as suas contas, avalie com que está gastando. Veja se realmente está utilizando todos os serviços e produtos ou se há algo que possa ser cancelado. Tente utilizar sempre a versão gratuita, quando o serviço lhe der essa opção.

Converse com sua família para reduzir gastos com revistas, streaming de música ou séries, assinatura de livros, dentre outros. Busque diminuir também tarifas e planos de telefone e internet, por meio de negociação. Caso não seja possível, avalie a troca de operadora.

Adote um modelo de controle de finanças pessoais

Reduzir gastos pode parecer uma tarefa impossível, a primeiro momento. Pensando em auxiliá-lo, foram desenvolvidos diversos modelos de controle de finanças pessoais, em que você consegue visualizar suas despesas e ganhos. Veja alguns aplicativos gerenciadores:

  • Guia Bolso Controle Financeiro;
  • Organizze Finanças;
  • Minhas Economias;
  • Mobills Finanças Pessoais;
  • Wisecash Controle Financeiro.

Escolha algum programa e busque se organizar. Se não gostar de aplicativos, use uma planilha simples, descrevendo a que a dívida se refere, bem como seu valor.

Organize o orçamento pela regra 50-30-20

Realizando os itens acima, sua lista de prioridades financeiras vai ser diferente, muito mais consciente. Agora é o momento de ordenar o orçamento! Para isso, pode ser utilizada a regra 50-30-20, dividindo os gastos em três categorias.

Você pode utilizar 50% da sua renda em gastos de necessidade, como moradia, alimentação, transporte e saúde. Ademais, use 30% para gastar com desejos pessoais, como cuidados físicos, internet, academia ou celular. Por último, empregue 20% para pagar dívidas antigas e realizar uma poupança para metas médio e longo prazo.

Crie uma reserva de emergência

Fazer uma reserva de emergência é essencial para sobreviver em momento de crise. O ideal é conseguir três a seis meses reservados.

Recomenda-se que se faça investimentos com o valor, por meio de aplicações que tenham liquidez e permita o resgate a qualquer tempo, como a poupança e títulos públicos do Tesouro Direto.

Portanto, saber como reduzir gastos é primordial em tempos difíceis, pois assegura a sua saúde financeira. Para isso, é necessário que você se una a sua família e conversem sobre um novo orçamento, sustentável e consciente, a fim de que não haja endividamentos e crie-se o hábito de controlar as finanças.

Esse post ajudou você? Então, assine nossa newsletter e receba outras informações!

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Close Bitnami banner
Bitnami