11 premissas básicas para ser um corretor de sucesso

O mercado imobiliário é composto por muitos corretores de imóveis. No entanto, poucos são aqueles que se destacam dos demais. Para merecer o destaque, é preciso ter alguns quesitos — alguns deles a serem desenvolvidos e trabalhados. Um corretor de sucesso é aquele que estabelece estratégias para atingir os seus objetivos e, por fim, analisa quais são as possíveis melhorias que podem ser realizadas no core do seu negócio, que é a comunicação entre o comprador e o vendedor do imóvel.

Tais diferenciais tornam o corretor a peça fundamental para a transação ocorrer. Sem esses profissionais, é impossível manter a quantidade e qualidade dos negócio. Isso porque cabe a eles examinar os imóveis, determinando o valor da venda, bem como conciliar os interesses das partes.

Para que essa negociação seja eficiente, tal especialista deve atender a alguns requisitos fundamentais. Nesta matéria, você vai conferir algumas práticas que tornarão você um corretor de sucesso!

1. Conhecimento

Antes de tudo, é fundamental o domínio do mercado imobiliário pelo corretor. Entender o produto com o qual trabalha é essencial para que você possa dominar a negociação quando for preciso. Assim como o produto, o profissional deve entender de quaisquer aspectos relacionados direta ou indiretamente a esse mercado.

Esteja atualizado sobre assuntos relacionados à área econômica, engenharia e entender investimentos. O comprador do imóvel percebe quando quem lhe atende tem conhecimento de verdade e sente-se mais seguro, ficando sujeito a aceitar suas orientações.

Portanto, realize cursos de eventos ou treinamentos ligados à área de corretagem. Não apenas é possível investir em leituras e participação em debates, fóruns e grupos de discussão, mas essas são formas simples de adquirir conhecimento e manter-se atualizado quanto ao mercado.

O profissional que estuda se torna capacitado e, ao mesmo tempo, diferencia-se no segmento imobiliário. Esse necessita de conhecimentos gerais, como de arquitetura, paisagismo e decoração, bem como de empreendedorismo e vendas.

Desse modo, procure ajudar o seu cliente não somente na apresentação dos possíveis imóveis que correspondem às suas expectativas, mas também em todos os procedimentos administrativos necessários ao negócio imobiliário, em especial sobre a documentação a ser apresentada, assim como taxas e andamento cartorial.

2. Proatividade

Muitas vezes, a pessoa que pretende comprar ou vender o imóvel não conhece todos os trâmites do processo. Nesse caso, oriente-a sobre as burocracias da documentação necessária e outros detalhes que normalmente surgem no decorrer do negócio. Além disso, compartilhe o seu conhecimento e as orientações que possam ajudá-lo com a papelada.

Busque esclarecer as possíveis dúvidas do seu cliente. Procure entender as necessidades e desejos dele, conduzindo-o da melhor forma possível para que realize o que deseja. Nesse momento, saiba escutar o que ele tem a dizer — aquele corretor que se envolve com o seu cliente tende a gerar mais confiança e credibilidade.

3. Ética e segurança

É fundamental manter a ética profissional em qualquer área. Não poderia ser diferente para o corretor imobiliário no cenário do mercado imobiliário. Com atitudes que respeitem o comprador e a forma de negócio, os ganhos inevitavelmente serão maiores, assim como a confiança do seu cliente em você e no seu trabalho — ele, possivelmente, poderá recomendá-lo para amigos e familiares.

O consultor de imóveis que domina conhecimentos dos processos burocráticos, atuando conforme a ética e profissionalismo, tem boas informações para auxiliar seus clientes, vendedores ou compradores. A segurança é um dos aspectos mais importantes durante o processo de compra e venda de imóveis, afinal, trata-se de uma negociação importante e, normalmente, de valor agregado.

4. Produtividade

Um corretor de sucesso administra seu tempo. Erroneamente, foi difundido que produtiva era a pessoa que fazia várias atividades ao mesmo tempo. No entanto, o ideal é concentrar esforços em uma tarefa por vez, obedecendo a uma ordem de prioridade.

O desempenho de muitas atividades é prejudicial para a concentração e realizá-las traz a falsa sensação de ocupação. Por isso, organizar pendências, tarefas e compromissos é importante. Para tal, recomenda-se o uso de uma agenda, a fim de iniciar sempre pelas urgentes.

Ademais, pode-se controlar a produtividade por meio de aplicativos capazes de, no final do dia, apresentar estatísticas sobre horas trabalhadas. O corretor que conseguir evitar desperdícios de tempo vai caminhar em direção à produtividade e à eficiência.

5. Confiança

É evidente que profissionais que demonstram confiança são mais bem-vistos por seus clientes. Por essa razão, corretores de sucesso acreditam em si mesmos, inovam, desafiam-se e ousam com frequência, com o propósito de serem bons profissionais.

Deveras, aqueles que enfrentaram cursos de capacitação conseguem planejar claramente quais ações adotar rumo ao sucesso, aumentando sua autoconfiança. Entretanto, é preciso investir em desenvolvimento pessoal, aprendendo a ouvir e a conversar com seus clientes, atentando às suas necessidades.

Sendo assim, quando o corretor está preparado e confiante no que fala, transparece credibilidade e conquista os clientes.

6. Apresentação agradável

Muitos profissionais acabam não dando muita importância, mas ter uma boa postura e estar bem-vestido e apresentável acaba por compor a primeira impressão do cliente em relação ao profissional. Logo, atente ao bom comportamento e à postura.

Seja também cuidadoso quanto ao vocabulário e ao tom de voz, os quais devem ser naturais, respeitáveis e audíveis. É ideal que as conversas sejam espontâneas, porém, evite piadas, palavrões, palavras de duplo sentido e assuntos polêmicos, como política, religião ou futebol.

Ademais, corretores de sucesso prezam por conversas olho no olho, de modo paciente, e não se atrasam. O correto é chegar aos locais de encontro antes do cliente, preparando-se para qualquer situação. Quanto à vestimenta, aconselha-se o uso de roupas limpas e passadas, de acordo com o clima e o evento. Isso retira a obrigatoriedade de utilização de trajes sociais.

Então, o corretor de sucesso vai observar que a aparência retrata a essência de cada um, demonstrando traços de sua personalidade, como confiança, organização e seriedade.

7. Atualização conforme as tendências tecnológicas

É fato que o uso da tecnologia agiliza consideravelmente o trabalho do mercado imobiliário. Por essa razão, o corretor de sucesso precisa investir em atualizações sobre as tendências tecnológicas da área. Recomenda-se o uso de um software para gestão de toda sua atividade, capaz de facilitar o acesso às informações. Assim, rapidamente, o profissional vai saber o nome de clientes, atendimentos, imóveis anunciados ou vendidos e propostas realizadas.

Além disso, salienta-se a existência de aplicativos que podem ajudar o corretor com a organização dos seus imóveis. Um deles é o aplicativo da NewCore disponível na PlayStore para aqueles que têm o sistema Android. Vale ressaltar a importância de um bom site para divulgar os seus imóveis de forma atraente para os seus clientes.

Logo, essas tendências tecnológicas permitem conhecer as necessidades dos clientes e oferecer os melhores imóveis, garantindo a boa gestão de seus serviços.

8. Boas parcerias

Um corretor de sucesso busca boas parcerias para aumentar sua cartela de clientes. Isso porque investir em networking é agregar pessoas à lista de contatos. Cabe ressaltar que essas pessoas incluem colegas de faculdade ou trabalho, além de indivíduos de outros ramos de atuação e profissões.

Portanto, parcerias com outros corretores ou imobiliárias são boas oportunidades para ampliar a quantidade de imóveis que se pode oferecer, conhecer novas pessoas, devido às indicações, obter informações sobre o mercado, divulgar seus serviços e crescer profissionalmente.

Ademais, recomenda-se que seja estipulado um termo entre os parceiros, a fim de evitar possíveis conflitos futuros.

9. Rede de relacionamento

Construir uma grande rede de relacionamento é essencial para a expansão da prestação de serviços de um corretor de sucesso. Para isso, o profissional vai precisar somente se relacionar com as pessoas, independentemente de profissão, cargo ou classe social.

Quanto mais se investir em solidificar relacionamentos com pessoas, maiores serão as chances de seus contatos lhe recomendarem para possíveis clientes. Logo, a conquista de uma carreira promissora no mercado imobiliário deve-se aos bons contatos.

10. Trabalho integrado

O trabalho integrado é resultado da coordenação de todas as atividades que o corretor faz para cada cliente. Essa é a única forma de alcançar seus objetivos de crescimento, controlando o processo desde a captação de clientes até o fim da negociação.

Com o objetivo de alcançá-la, o profissional deve acompanhar seu cliente na apresentação das opções de imóveis, após conversas iniciais e a observação das necessidades, visitas, negociações e análises das propostas.

Assim, devido à eficiência de um trabalho de qualidade, aumenta-se a satisfação desse cliente, que pode divulgar os serviços para outras pessoas. Ademais, há o aumento da produtividade e da diferenciação da concorrência.

11. Marketing de conteúdo

Com o avanço tecnológico, cresceram os meios de divulgação digital. Entretanto, não é todo tipo de anúncio e divulgação na internet que devem ser considerados marketing de conteúdo. Trata-se da criação de um conteúdo relevante para solucionar um problema de seus leitores ou possíveis leitores. Busca-se agregar conhecimento, ensinando algo ou esclarecendo algum questionamento. Nesse tipo de conteúdo, a realização da venda é apenas consequência do processo.

A intenção é criar um conteúdo tão satisfatório que as pessoas compartilhem com outras, até que seu nome seja difundido, conquiste uma visibilidade positiva e torne-se autoridade no ramo de atuação. Não obstante, esclarece-se que o objetivo desse marketing é que os leitores voltem, na condição de clientes, uma vez que já conhecem os serviços prestados.

Ao contatar as pessoas, dedique-se a manter o diálogo, por meio de um atendimento humanizado e personalizado, pois o corretor vai lidar com o sonho da casa própria de alguém. O sucesso está em compreender o cliente de verdade, entender o que ele busca e apresentar alternativas capazes de suprir sua necessidade.

Diante disso, observa-se que o sucesso é o resultado de atitudes acertadas. Quem deseja se tornar um corretor de sucesso deve investir nessas premissas básicas, usando-as como passo a passo. Todavia, é primordial que todas as dicas deste post sejam executadas simultaneamente para a concretização das metas desejadas.

Gostou dessas informações? Caso tenha alguma dúvida sobre o tema, entre em contato conosco, vamos adorar atendê-lo!

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Share via
Copy link
Powered by Social Snap